terça-feira, 7 de outubro de 2008

Felinos Humanóides


Onde quer que eu esteja, está o meu diário gráfico. Um calhau que irá sempre ocupar um pouco da minha pasta. Corro de um lado para o outro, frenético que nem uma barata, à procura da minha sala de aula naquela escola que parece um hospital. Sim, eu refiro-me à nova Soares dos Reis que me está a pôr os nervos em franja por ainda não ter tecnologias disponiveis para os alunos e eu mal posso esperar por começar a projectar! Por enquanto, fico-me pela teoria e lentamente vou ganhando inspiração para o tema "Antigamente é que era bom". E vou desenhando no diário gráfico! Andei a divagar um pouco sobre a minha rotina quando devia estar a falar dos felinos humanóides. Na maioria das vezes, quando crio personagens não lhes costumo desenhar com nariz. Porquê? É dificil justificar! Já que desde pequeno tenho a panca de desenhar personagens sem nariz, não sei porquê, acho que lhes atribui um toque de inocência e lhes retira imponência. Mas quando quero criar uma personagem desafiadora e respeitosa, desenho-lhe um nariz penetrante e adunco!
Até ter visto que os meus narizes eram de tal maneira grandes que davam para criar um nariz bonito de felino. Foi muito recentemente que me diverti a desenhar felinos humanóides no meu diário gráfico, e acho que vou produzir uma dúzia de seres como estes!
Não chamo a isto original, mas posso dizer que simplesmente variei um bocado de temática! Estes felinos são as criaturas estreantes deste tema. Ainda se resumem a simples ensaios que poderão inspirar futuras personagens. Mas não pensem que as próximas invenções terão o ar calmo e amoroso destes felinos. Vou tentar fazer uma coisa mais pesada, mas isso depende da minha imaginação que tem os seus altos e baixos. Abram a imagem se a desejam ver com maior qualidade, como é óbvio! No canto superior esquerdo do segundo desenho estão escritos os endereços de alguns bons exemplos de multimédia, desde animações a websites onde estivermos a navegar nas aulas e que eu faço favor de registar.
Referindo-me novamente aos desenhos, francamente acho que o meu estilo de desenho corre o risco de perder originalidade e aproxima-se demasiado à corrente manga.
E mais uma vez me refiro à anatomia que precisa de ser melhorada e também treinada. Muitos psicólogos defendem que na infância é que está a essência da criatividade, pois a nossa inspiração é única e vinda do nada, pois ainda estamos enroscados num conforto de ignorância! À medida que crescemos, é óbvio que o nosso conhecimento aumenta e a nossa tábua rasa vai sendo preenchida de dados e sendo assim, somos influenciados fortemente por aquilo que nos rodeia. E a consequência disso é perdermos originalidade! Evoluimos e retardamos ao mesmo tempo! E há que procurar cultura visual, de forma a tornarmo-nos originais e o mais importante de tudo, individualizarmo-nos!

1 comentário:

Lils ChoCaPicZ disse...

huahahahah gostava de saber como é a minha versão "felino'humanoide". xD

Araújo's blog addict. xD