segunda-feira, 20 de abril de 2009

Safira Mirror Elvenpath "The Whore of Rationals" (1960-1987)


Safira Mirror, uma personagem imaginada por mim muito recentemente, com um conceito em construção. Mas posso já falar um pouco de toda história. Ela é uma mulher com cabeça de Loba e corpo humano que fazia qualquer homem segregar oceanos salivares. Tem a imponente alcunha de "The Whore of Rationals", pois o seu envolvimento sexual com outros homens faz com que eles abdiquem da racionalidade e se tornem retardados, retirando-lhes a caracteristica que distingue todos os seres humanos. E desta forma, ela concede as capacidades que ela própria absorveu para outros animais, tornando-os racionais. E desta forma, há uma necessidade de vingança por detrás desta personagem. Safira nasceu num dia 8 de Março de 1960, resultante de um relacionamento amoroso de zoofilia entre a Loba Chrystall e Hitzaix Mordanto Elvenpath, irmão mais novo de Lorde Midian Elvenpath. O pai Hitzaix, tinha o vício de esculpir Lobos em todo o tipo de materiais e o seu suor quando entrava em contacto com a escultura, transformava-a em carne e osso e concedia racionalidade ao ser. Quando foi descoberto o seu relacionamento com a Loba Chrystall, Hitzaix foi condenado à morte. Hitzaix morre num dia 20 de Junho de 1966 com apenas 26 anos.
Chrystall ficou encarregue da educação de Safira, mas a Loba não conseguiu impedir o crescimento de uma grande revolta na sua filha. Revolta pela morte do pai, pelo constragir dos seus sentimentos e sua expressão e a repugna que a humanidade lhe suscita. Ano de 1978, Safira completa 18 anos e a chama da revolta permanece cada vez mais acesa. A adolescência foi uma fase dura para Safira, com as tipicas dúvidas e dificuldades que caracterizam esta fase. Entretanto, a rapariga decide embarcar num projecto de eliminação racional de seres humanos, juntamente com outras Lobas humanas. Este projecto consistiu na sedução de homens com libidos sedentos para um bordel, onde usando elas as suas capacidades de eliminação racional, tornam-lhes meros seres dementes e retardados. Safira absorve as capacidades de individuos com que se envolve sexualmente para conceder depois, a racionalidade a outros seres, tendo um inabalável desejo e fé em derrotar a humanidade e atribuir a dominância inquestionável ao reino animal. A saliva derramada da Loba congelava o funcionamento de algumas sinapses e desta forma, o seu tacto e paladar absorvia as capacidades do parceiro. Todo este projecto resultou da fúria originada pela condenação injusta e morte do seu pai. E foram anos seguidos, que aquele bordel foi frequentado por indivíduos que se acabaram por desgraçar, pois nenhum deles aguentava ficar passivo perante aqueles corpos femininos e animalescos. Safira, ao longo de nove anos, trabalhou na sedução e foi acumulando imensa informação dos humanos que parte dela permaneceu armazenada ainda por depositar, sobrecarregando o funcionamento do cérebro. Safira acaba por morrer aos 27 anos de causas desconhecidas, num dia 5 de Abril de 1987, provavelmente de um esgotamento profundo causado por cansaço cerebral. As Lobas abandonaram o bordel e a missão do domínio animal acabou por ser abandonada. Mas este não seria o fim de Safira, pois sua mãe Chrystall dissolveu nas cinzas, o suor de Hitzaix vindo de um frasco que ele teria deixado em casa poucos dias antes de morrer. E sendo assim, Safira tornou-se imortalizada, sendo possível a sua invocação a qualquer momento, apesar da sua ressurreição ser temporária. É sem dúvida uma das mulheres mais carismáticas por detrás dos "Elvenpath".

1 comentário:

Lils disse...

Claro que arrisco. x)

Quem não arrisca não petisca (frase feeeeeeeeeeeeeitaaa!)


<3 fófinho. :D